242Visualizações |  Like

A partir do mês que vem (junho), será possível comprar teste de HIV nas farmácias

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a entrada do teste Action! no país – esse não é daqueles que se faz pela saliva, ele funciona por meio da coleta de gotas de sangue e tem 99,9% de efetividade (maior que o índice do outro tipo de coleta). O resultado leva 15 a 20 minutinhos para ficar pronto e é apontado por meio de linhas que indicam a presença dos anticorpos do vírus HIV. O preço esperado para o nosso mercado é entre R$ 40 e R$ 60.

O teste identifica o HIV após 30 dias da possível contaminação. A “janela”, como os infectologistas indicam, é o tempo que o organismo precisa para produzir a quantidade considerável de anticorpos, que o teste consegue detectar. Se o resultado for negativo, é importante que a pessoa repita o teste de 30 em 30 dias até completar 120 dias, segundo a Anvisa. No caso do resultado ser positivo, a pessoa deve visitar o SUS para refazer os testes e, caso confirme o vírus, encontrar o tratamento gratuito e adequado.

Importanteabi2

É bom ou ruim?

Os dois. Por um lado, aumenta a testagem do vírus HIV – diversas pessoas (ainda) não visitam laboratórios com frequência para fazer o teste. Estima-se, até, que algo como 500 mil pessoas, só no Brasil, estão infectadas sem ter conhecimento disso. Por outro, exames devem ser interpretados por médicos, por mais fácil e didático que seja fazer o teste sozinho em casa.